Monday, April 25, 2016

Michel Temer e os juízes

Em 2003, a EMAG - Escola de Magistrados do TRF da 3a. Região, era dirigida pela Desembargadora Suzana Camargo.  Suzana e a direção da escola promoviam cursos e ciclos de palestras à comunidade do Direito.  Num ciclo de palestras, que tratava da história política e jurídica do Brasil, nomes como Roberto Romano, Michel Temer.  Numa das palestras, aprendi que a Constituição (Carta outorgada, como diria o Ministro Celso, pois fora imposta e não votada) de 1937 tinha o apelido de "Polaca" quiçá pelo fato de ser esse o apelido das prostitutas do Rio de Janeiro naquele tempo, a maioria vinda da Europa Oriental (russas, polonesas, ucranianas).
A versão quase oficial para essa alcunha - "Polaca" - e outra:  de que a Carta outorgada de 1937 teria sido inspirada na sua irmã polonesa, do Gal. Pilsudski.

Mas a fala do hoje Presidente da República é digna de menção.

Disse Michel Temer, em sua palestra, que sentia o fato de os juízes não serem mais tão respeitados como antigamente (?);  que, nos anos 60, 70, o juiz, o padre, o delegado, tinham assentos reservados nos cinemas, nos teatros, nas igrejas, fechados com uma fita, sempre na frente, pois eram as "autoridades" nas cidades;  que, hoje em dia, tem "menino" no cargo de juiz que "vai de bermuda em churrasco"(ele desaprovava isso).

Nenhuma palavra sobre a mudança dos tempos, nem sobre que roupa ele achava adequada ao juiz num churrasco, já que desaprovava a bermuda.  Pelo jeito, ele achava que o juiz deveria ir de terno e gravata...

O que penso disso tudo:  Michel Temer tem visão arcaica de Estado e sente falta de privilégios feudais.  Então as "autoridades" têm que ter assentos reservados e privilégios.  Autoritarismo e aversão à República.  Ele defende privilégios para as "otoridades".  De outra banda, para ele,quem ocupa cargo de juiz, promotor, procurador, governador, prefeito, presidente, etc., etc., tem que "posar" de acordo com a imagem antiquada e tradicional associada a esses cargos, usar roupas que as diferenciem no ambiente, como terno e gravata num churrasco...

As mulheres nesses cargos, ele nem cogitou, já que, para ele, a mulher deve ser "bela, recatada e do lar."

No comments: