Monday, April 25, 2016

Michel Temer e os juízes

Em 2003, a EMAG - Escola de Magistrados do TRF da 3a. Região, era dirigida pela Desembargadora Suzana Camargo.  Suzana e a direção da escola promoviam cursos e ciclos de palestras à comunidade do Direito.  Num ciclo de palestras, que tratava da história política e jurídica do Brasil, nomes como Roberto Romano, Michel Temer.  Numa das palestras, aprendi que a Constituição (Carta outorgada, como diria o Ministro Celso, pois fora imposta e não votada) de 1937 tinha o apelido de "Polaca" quiçá pelo fato de ser esse o apelido das prostitutas do Rio de Janeiro naquele tempo, a maioria vinda da Europa Oriental (russas, polonesas, ucranianas).
A versão quase oficial para essa alcunha - "Polaca" - e outra:  de que a Carta outorgada de 1937 teria sido inspirada na sua irmã polonesa, do Gal. Pilsudski.

Mas a fala do hoje Presidente da República é digna de menção.

Disse Michel Temer, em sua palestra, que sentia o fato de os juízes não serem mais tão respeitados como antigamente (?);  que, nos anos 60, 70, o juiz, o padre, o delegado, tinham assentos reservados nos cinemas, nos teatros, nas igrejas, fechados com uma fita, sempre na frente, pois eram as "autoridades" nas cidades;  que, hoje em dia, tem "menino" no cargo de juiz que "vai de bermuda em churrasco"(ele desaprovava isso).

Nenhuma palavra sobre a mudança dos tempos, nem sobre que roupa ele achava adequada ao juiz num churrasco, já que desaprovava a bermuda.  Pelo jeito, ele achava que o juiz deveria ir de terno e gravata...

O que penso disso tudo:  Michel Temer tem visão arcaica de Estado e sente falta de privilégios feudais.  Então as "autoridades" têm que ter assentos reservados e privilégios.  Autoritarismo e aversão à República.  Ele defende privilégios para as "otoridades".  De outra banda, para ele,quem ocupa cargo de juiz, promotor, procurador, governador, prefeito, presidente, etc., etc., tem que "posar" de acordo com a imagem antiquada e tradicional associada a esses cargos, usar roupas que as diferenciem no ambiente, como terno e gravata num churrasco...

As mulheres nesses cargos, ele nem cogitou, já que, para ele, a mulher deve ser "bela, recatada e do lar."

PEC Inimiga das Mulheres


Dilma traiu as mulheres. Mandou para o Congresso PEC de reforma da Previdência que faz AS MULHERES pagarem a conta do "ajuste fiscal". Nelson Barbosa fez o serviço. Unificação de idade mínima e tempo de contribuição, independentemente de sexo.  Aposentadoria mais tarde para nós? Para serem sacrificadas, as mulheres devem receber tratamento "igual" ao dos homens.  Iguais  no cadafalso, como diria Olympe de Gouges.
Porém, enquanto não:
a) for CRIME o machismo, como o é o racismo, nos termos da Lei 7716/89; 
b) for descriminalizado o aborto até o 3° mês de gestação; 
c) for o Brasil tão seguro para as mulheres andarem nas ruas quanto o Japão; 
d) acabar a violência física e psicológica contra as mulheres;
e) acabarem quaisquer privilégios sociais para os homens;

- EU NUNCA VOU ACEITAR ESSA CANALHICE. E ai do CANALHA VAGABUNDO que venha defender essa PEC e atacar a mim e a quem se oponha a essa patifaria.

P.S.:  a FECOMÉRCIO mente.  Mente quando afirma que a Previdência é a grande responsável pelo déficit público.  Não é.  Em SP a Previdência arrecada 25 VEZES MAIS do que gasta.  
A grande responsável pelo déficit público é a sangria de dinheiro público via BNDES - mais de 100 bilhões de reais por ano, desde 2009.
Isso, sem falar o déficit oculto pelo fato de que os empréstimos são a juros subsidiados, que causou um rombo de mais de 350 milhões de reais em 13 anos.

E tem mais:  quantos bilhões o Brasil gastou com a Copa e com as Olimpíadas?

Friday, April 22, 2016

Brazilian Machiavelli

TV5 Monde's website broadcasts an article about Eduardo Cunha, calling him "the Brazilian Machiavelli".  Portrayed as extremely conservative,  abortion's "furious" opponent, the text refers to Cunha as "sulphurous".  The Feench press group announces that Cunha, President to the Brazilian House of Representatives, is accused of corruption and, at the cusp of the economic crisis that sweeps over Brazil, has introduced drafts that increase public expenditure and has also directed the parliamentary "guerrilla" against government's fiscal austerity propositions.
It's worth to read the original article.

http://information.tv5monde.com/en-continu/eduardo-cunha-le-machiavel-bresilien-qui-jure-la-perte-de-dilma-rousseff-102407

Thursday, April 21, 2016

O Maquiavel brasileiro

Na TV5Monde, matéria sobre Eduardo Cunha, chamado de "Maquiavel brasileiro". Descrito como ultraconservador, adversário "furioso" do aborto, Cunha e chamado de "sulfuroso".  A imprensa francesa noticia que o presidente da Câmara sofre acusações de corrupção e que, em plena crise econômica, apresentou projetos que aumentam despesas e dirigiu a guerrilha parlamentar contra os programas de austeridade do governo.
Vale a pena ler o original, cujo link segue abaixo.




http://information.tv5monde.com/en-continu/eduardo-cunha-le-machiavel-bresilien-qui-jure-la-perte-de-dilma-rousseff-102407

Thursday, April 07, 2016

CNMP decide exonerar procurador por violência contra mulher

De volta ao caso Douglas Kirchner, o Procurador da República acusado de agressões físicas e cárcere privado contra a ex-mulher:  desta vez, o Conselho Nacional do Ministério Público -CNMP, decidiu, na sessão de anteontem (5.04), pela sua exoneração. A decisão foi por 12 votos a 2.
http://www.cnmp.mp.br/portal_2015/todas-as-noticias/9122-plenario-aplica-pena-de-demissao-a-procurador-da-republica. Deixa de valer, portanto, a decisão de outro Conselho - o Conselho Superior do MP, que, em março, decidira não exonerar o loiro.
Haja burocracia no Brasil!  Para que dois conselhos para o MPF?